De velhas raizes minhas,

umas vivas, outras mortas,

retirei ervas daninhas

p’ra poder abrir mais portas.

Outros blogues:
http://www.worldartfriends.com/pt/users/maria-letra
http://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/

segunda-feira, 4 de abril de 2011

UMA QUESTÃO DE PONTUAÇÃO



A vírgula é muito importante.
Não devemos esquecê-la
nem trocar o ponto exato
onde devemos metê-la.

Muda o sentido completo
daquilo que queres dizer,
se o seu mau uso fizeres.
Vê se tentas compreender:

Sou um pobre vagabundo
que tristemente está só ;
vim parar a este mundo
por negligência sem dó.

Sou um pobre, vagabundo
que tristemente está só;
vim parar a este mundo
por negligência sem dó.

Na primeira tu percebes
que o vagabundo é o sujeito;
Na segunda vais deixar
quem te ouvir ficar sem jeito.

Maria Letra
Enviar um comentário