De velhas raizes minhas,

umas vivas, outras mortas,

retirei ervas daninhas

p’ra poder abrir mais portas.

Outros blogues:
http://www.worldartfriends.com/pt/users/maria-letra
http://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/

segunda-feira, 25 de abril de 2011

VOU ABRIR UMA PORTA - Acróstico para a Ciranda da poetisa Ana Stoppa

Por Susana Letra






VOU ABRIR UMA PORTA

Vou abrir uma porta.
Ontem foi, não mais será
Um Passado massacrado.

A tristeza,  acabará
Brindando a vinda do Sol,
Recebendo aquele abraço,
Iluminados seguiremos,
Rindo, amando, passo-a-passo.

Um começo inesperado,
Meu lugar é teu lugar.
Ai que bom estar a teu lado!!!

Porto Seguro, Porto de Amar …
Olhares esses, profundos,
Recantos de Paz, tanta Paz!
Tento esquecer os segundos,
Abrindo a porta p’ra trás.

Susana Letra
Abril de 2011
Enviar um comentário