De velhas raizes minhas,

umas vivas, outras mortas,

retirei ervas daninhas

p’ra poder abrir mais portas.

Outros blogues:
http://www.worldartfriends.com/pt/users/maria-letra
http://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/

quarta-feira, 27 de abril de 2011

ME IDENTIFICO EM TI

Me identifico em ti,

Oh Natureza linda!

até no que perdi.

Como tu - sabe-lo bem! -

                                               eu dei vidas à vida,

Fui Mulher, mas Mãe, também.

Como tu, eu amo o Sol,

e para o conquistar,

eu sou como girassol.

Como tu, eu arrefeço,

mas é no meu muito amar

que eu me aqueço.

Como tu eu me enamoro,

das estrelas, do luar,

do Universo que adoro.

Como tu amei e fui traída

mas continuo a sonhar,

mesmo que ferida.

Contigo me deito,

sufocando dores,

aqui, dentro do peito.

Contigo me desperto.

Contigo ganho força.

Contigo me liberto.







Maria Letra
27 de Abril de 2011
Fotografia de: Rui Videira

6 comentários:

BIA disse...

Olá Maria!!!

Adorei conhecer este seu outro blog, belíssima esta poesia inspirada na natureza, suas poesias são lindas. Realmente uma dádiva.

Beijos

Bia

Tite disse...

Lindo!
Lindo!
Lindo!

Tão belo que fiquei sem palavras como normalmente fico quando, no meio da Natureza esfuziante de renovação como agora, bendigo a Deus por tudo o que nos dá.

Beijosssssss naturais para uma irmã do Universo (sem pieguices que eu sou durona):-))

Lázara papandrea disse...

um poema delicado! um belo hino à natureza! beijos

Maria Letra disse...

Muito obrigada, Bia. Este é o meu blog principal, que não me deixa tempo para os outros, infelizmente.
Beijinhos e uma boa semana.

Maria Letra disse...

Obrigada, Tite. Tu não és durona, tu reages a quanto te desagrada e isso, na minha ótica, é uma forma de afirmares os teus valores, que adivinho sejam muito elevados ...
Beijinhos, amiga e uma boa semana.

Maria Letra disse...

Boa tarde. Lázara Papandrea. Obrigada pela sua visita, que muito me honra.
Um grande abraço.