De velhas raizes minhas,

umas vivas, outras mortas,

retirei ervas daninhas

p’ra poder abrir mais portas.

Outros blogues:
http://www.worldartfriends.com/pt/users/maria-letra
http://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/

sábado, 19 de dezembro de 2009

ASSIM VAI O MEU PAÍS

A Assembleia da República
é palco de cena lúdica,
que pode ver-se em TV.
O Português já não crê
e começa a criticar
quem está lá, em seu lugar,
p’ra defender seus direitos.
Os cidadãos, contrafeitos,
vêm morrer seu país,
de caruncho na raiz.
Lá dentro, uma palhaçada
de gente, nada engraçada,
brinca co’a boca do lobo,
esquecendo a força do povo
que, cansado desta cena,
e a sofrer, por muita pena,
não acredita em conversas
de tendências bem diversas,
do seu tema principal:
A Injustiça Social.
Porque esta farsa de estado,
no qual se sente afundado,
é composta de pessoas
que são tudo, menos boas
p´ra governar Portugal.
Assim, será bem normal
que se levante uma onda
de protestos que, sem conta,
vão acabar por punir,
quem insistiu em dormir,
em vez de lutar, com garra,
contra esta gente bizarra,
que só pensa no seu tacho
e faz do povo um capacho.

Maria Letra
2009-07-20
Enviar um comentário