De velhas raizes minhas,

umas vivas, outras mortas,

retirei ervas daninhas

p’ra poder abrir mais portas.

Outros blogues:
http://www.worldartfriends.com/pt/users/maria-letra
http://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/

sábado, 19 de dezembro de 2009

UM GESTO DE AMOR

Este poema foi feito para homenagear um grande Senhor, criador dos blogues “Do Mirante” e “Do Miradouro”, quando se comemoraram as suas 3 risonhas primaveras. Ele foi, também, fundador do blogue “Sempre Jovens”, em que fui colaboradora, o qual tem recebido merecidos elogios da parte de quem o visita.


Parabéns, caro João,
Por este dia de festa!
São coisas do coração
Que movem outras como esta,
De criar um Miradouro
E um Mirante, também.
Dois blogues como ouro
Citando o que mais convém,
E o que me surpreende,
E que não vejo em nenhum,
É escrever sôbre o que sente,
Sem tomar partido algum.
No princípio, meu amigo,
Talvez pela minha idade,
Não queria ‘levar consigo’
A chamar-me à realidade.
É que aquilo que escrevia,
Activava o meu pesar
De coisas em que insistia,
Não voltar a recordar.
Estava farta, estava cheia,
De tanta corrupção
Que sabia, volta e meia,
Abalar minha Nação.
Mas foi aqui, neste espaço,
Que despertei, novamente,
Daquele meu grande cansaço
E voltei a estar presente.
Presente sim, por AMOR
Lado a lado com o João
E com aqueles em que dor,
Seja a sua condição.
Parabéns, meu querido Amigo,
Deus lhe deu um grande dom.
Eu estarei sempre consigo,
Por ser um Homem tão bom.
DISSE BOM e não bonzinho,
Que m’ entenda, por favor.
Parabéns querido amiguinho!
Lute sempre, pelo Amor!
Com um grande abraço da amiga,

Maria Letra
19/11/2009
Enviar um comentário