De velhas raizes minhas,

umas vivas, outras mortas,

retirei ervas daninhas

p’ra poder abrir mais portas.

Outros blogues:
http://www.worldartfriends.com/pt/users/maria-letra
http://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/

quinta-feira, 31 de dezembro de 2009

DESPEDIDA DO ANO DOIS MIL E NOVE

DOIS MIL E NOVE

Estás na hora da partida,
emalando os teus haveres.
Que pobreza de conteúdo!
Quando tu eras miúdo,
entraste num mundo em festa,
com uma lista gigantesca
de coisas, para fazermos.
Sem ideias, sem sabermos
por que lado começar,
mas impunha-se avançar!
Portugal, estava abatido
pelo que tinha perdido.
Havia uns, que corriam,
outros que nada faziam.
Muitos passavam o tempo
fazendo dele passatempo,
enquanto outros, honestos,
organizavam protestos,
contra a gula e a luxúria
de muitos p'ra cuja incúria
não há justiça que valha.
Estamos cheios de gentalha!
Vais partir triste e deixar
muita gente... a meditar,
com perguntas sem resposta.
Eu faço-te uma proposta:
diz ao teu filho hoje à noite,
que reze por um milagre,
p'ra que a guerra não deflagre.
Estamos cá para ajudá-lo.
Somos muitos a apoiá-lo!

Maria Letr@
P_2009D31

9 comentários:

Chica disse...

Lindo recado a esse ano que sai, vai embora e sai de cena, ficando apenas no nosso passado. Procuro lembrar dele os bons momentos e ter consciência de tantos maus que tivemos que assistir. Estou numa fase da vida( pensando bem, sempre fui assim a cada ano-novo) que me emociono, feito boboca a cada virada, com um friozinho na barriga...É só na hora, depois a emoção e lágrimas passam... Sou assim! Bem, fiz um jornal por aqui! beijos e voa virada e bom começo!Depois vamos andando!chica

Maria Letra disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Maria Letra disse...

Amiga Chica,
Cancelei o meu comentário anterior porque descobri que este template é cá um GANDA MINTIROSO!!! Ontem tentei responder-te mas, descobri hoje, que não foi editado. Assim, por volta das 06h da manhã, mandei-te este que dizia assim:
"Bom dia Chica. Obrigada pelo teu comentário, sendo o primeiro ao qual respondo já em 2010.
Temos qualquer coisa em comum, mas é uma situação que deveríamos tentar resolver porque a entrada dum novo ano dá força à expressão "A Vida Continua", o que é muito bom. Não achas?
Um abraço cheio de carinho..."
Como marcava uma hora de envio completamente diferente, vou tentar ver a que hora sairá este, que estou a fazer seguir às 07:32.
Beijinhos.

Maria Letra disse...

Vês, eu não te digo? Mentiroso! Marca 23:32. Não acUrdites. É mintira! Neste momento são 07:33 aqui em Portugal. Começamos bem o ano com um template rasca a mintir!... (lol)
Beijos.

Tentativas Poemáticas disse...

Sim, cara amiga, que os seus desejos esboçados em lindos versos nos tragam, a nós e ao mundo, algo de diferente, para melhor, claro.
Beijinho
António

Maria Letra disse...

Espero que sim porque parece que estamos todos a necessitar duma lufada de ar bem fresquinho .... se possível sem nuvens negras.

Tite disse...

Maria,

Não sei que se passa com teu blog que, por força da imagem não aparecer no meu, quase nem me apercebo que acabas de postar assuntos interessantíssimos como este poema ao ano que deixámos partir, por mim sem muita saudade, não fora ter ocorrido nele o nascimento do meu neto varão.

Estava tão mergulhada a lê-lo que só no fim me apercebi que falavas com o ano e não com um filho ou com um país.

Tu és uma malabarista com as palavras que me deixas assim... extasiada de inveja... da boa claro!!!!

Beijosssss

Maria Letra disse...

OLÁ MINHA QUERIDA AMIGA TITE!
Sabes, eu estive adoentada durante 2/3 semanas. Ultimamente nem tenho escrito, praticamente, nada. Vou escrevendo assim umas coisitas assim como quem põe 'mais uns bibelots na sala', para não pensarem que eu encontrei por aí o príncipe encantado e parti em busca de melhores horizontes. É que estes por onde me espraio está cheio de cascas de banana. É cada queda de costas .... Nem imaginas!
Malabarista, eeeeuuuuuu? Isto já não vai lá nem com cola tudo, minha amiga, quanto mais malabaristar ...
Um grande, mas mesmo grande abraço, não muito apertado, porque emagreci tanto que às tantas parto alguma costoleta.

Tite disse...

Então caíste foi?
E emagreceste porquê?
Estás a fazer algum tratamento com medicamentos ultra-agressivos?
Bem... para já parece que estás melhor mas, minha amiga para ficarmos doentes, com a nossa idade respeitosa, não é difícil.
Toma cuidado pois, como diz o ditado: cautela e caldos de galinha nunca fizeram mal a ninguém.

Abraços solidários e tudo em cima