De velhas raizes minhas,

umas vivas, outras mortas,

retirei ervas daninhas

p’ra poder abrir mais portas.

Outros blogues:
http://www.worldartfriends.com/pt/users/maria-letra
http://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

ESTE MUNDO DE LOUCURA








Cubos e Caixas,
Barracas baixas.

Robots e Peças,
Ruas, Travessas.

Máquinas, Contas,
Cabeças tontas.

Governos, Ministros,
Rostos Sinistros.

Dólares, Escudos,
Tostões miúdos.

Prisões, Tortura,
Droga, Loucura.

Um mundo cão,
Sem compaixão.

Está tudo em mim.
P'ra quando o fim?


Maria Letra
Lisboa, Outubro de 1982
Imagem de Zita Kamugira

5 comentários:

Manuela Araújo disse...

Cara Mizita

Poema belo e singelo, que tanto abarca. Tudo em si, tudo em nós.
O fim não se avista... apenas o nosso é certo!
Mas quem sabe, algo possa mudar para melhor nos próximos anos. Torçamos para isso.

Beijinhos e obrigada

Tite disse...

É de loucura mas é o mundo que temos e que nos rodeia. Até quando?????

Beijossss

HBC HD disse...

HBC HDTV:
Convidamos você cara leitora, que goste de ler e apreciar um bom conteúdo, onde se encontram o resumo de tudo sobre: Celebridades, Televisão, Futebol, Coisas Bizarras, Novelas, vídeos de música, pegadinhas e desenhos antigos e atuais, séries e muito mais.
Contamos com a sua audiência ! Pois um Blog como o HBC HD merece grandes Leitoras como você. Nos visite e seja nossa seguidora você não vai se arrepender !
Ao nos seguir, retribuiremos da mesma forma. www.hbchdtv.blogspot.com

Vieira Calado disse...

E a mesma loucura vai continuar em 2011...

Mesmo mesmo assim lhe desejo que seja melhor que a do ano que agora finda!

Saudações poéticas

Ana Martins disse...

Feliz Ano Novo Mizita!

Beijinho,
Ana Martins