De velhas raizes minhas,

umas vivas, outras mortas,

retirei ervas daninhas

p’ra poder abrir mais portas.


domingo, 1 de maio de 2011

ETERNAMENTE MÃE

De ser Mãe, tenho saudades,
De Mãe ser, sinto paixão.
Como Mãe, não tenho idade,
E como Avó, também não!
 
Maria Letra


4 comentários:

Evanir disse...

Querida para entrar em seu blog é de pedir licença tamanha grandeza de postagem .
Hoje tive a felicidade de encontrar seu blog em um blog de um grande amigo de Portugal.
Eu tenho um blog exclusivo de homenagem .
O blog se chama..A Viagem.Eu dei esse nome por ser ele um viajante além dos mares.Com muito orgulho tem duas Bandeiras..Brasil E Portugal.
Hoje Dia Das Mães a postagem é das mães Portuguesa e de outros Pais.
E todos os Pais são homenageados por mim com muita alegria.
Por favor me desculpa tomei a liberdade de seguir seu lindo blog
e conto com sua presença no meu .
Será uma honra te-la como minha seguidora .
Um abraço carinhoso daqui do Brasil.
beijos e beijos com infinita ternura,,Evanir..


www.aviagem1.blogspot.com

Maria Letra disse...

Bom dia, Evanir. Ontem, muito provavelmente, andámos as duas à procura uma da outra. Também encontrei o seu nome no blog de Santa Cruz e quis, por mera curiosidade, ler o que escreve. Encontrei-a, mas na incerteza, preferi recuar e voltar a procurar.
Muito obrigada pelo encontro que acabo de ter consigo.
Irei visitá-la agora.
Um grande abraço.

chica disse...

Coia mais linda! beijos,tudo de bom,chica

Maria Letra disse...

Obrigada Chica. Acabei agora mesmo de ler o teu comentário feito no dia 2. Estava ausente.
Beijinhos.