De velhas raizes minhas,

umas vivas, outras mortas,

retirei ervas daninhas

p’ra poder abrir mais portas.

Outros blogues:
http://www.worldartfriends.com/pt/users/maria-letra
http://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/

quarta-feira, 11 de janeiro de 2012

LUTANDO PELA VIDA

Me sinto perdida
num mundo em que a Vida
persiste em lutar
contra a força humana,
que a fere e engana,
mas não deixa de amar.

Busco num cenário,
com cariz de falsário,
uma luz que não tem.
Me perco na busca
por algo que ofusca
a visão mais além.

Não chego até lá.
A estrada é tão má
que tenho meus pés
sangrando de dor.
Mas teimo em lutar
pela Vida a clamar
mais Paz, mais Amor.

Maria Letra
Janeiro de 2012
Imagem de Miguel Letra

Enviar um comentário