De velhas raizes minhas,

umas vivas, outras mortas,

retirei ervas daninhas

p’ra poder abrir mais portas.

Outros blogues:
http://www.worldartfriends.com/pt/users/maria-letra
http://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/

terça-feira, 6 de dezembro de 2011

PARABÉNS, MÃE!

PARABÉNS, MÃE!

Oh minha querida Mãe,
és o exemplo que convém,
de como viver a vida
para nos sentirmos bem.

Se tu fazes o melhor,
eu não saberei dizer …,
mas a tua longa idade
não pára de surpreender.

Não gostas de pedir nada.
Nunca gostaste, aliás.
Mas tenho de agradecer-te
por aquilo que me dás.

Dás-me coragem e força
para lutar nesta vida.
Foi o que sempre tentei.
Obrigada, Mãe querida!

És Avó, és Bisavó,
além de seres minha Mãe,
e para nossa alegria,
tu és Trisavó também.

Parabéns te quero dar,
por muitos anos ainda.
Tu estás no meu coração.
Oh Minha Mãe! És tão linda!

Maria Letra
06-12-2011
Enviar um comentário