De velhas raizes minhas,

umas vivas, outras mortas,

retirei ervas daninhas

p’ra poder abrir mais portas.


domingo, 28 de abril de 2013

MINHA POESIA É SIMPLES



3 comentários:

Ives disse...

Maravilhoso Srta! Olha, os grandes poetas deixavam muito bem as claras o sentido dos poemas, não é? mesmo que tivessem suas dificuldades, deixavam ali, a sua frente o que queriam passar! abraços

BIA disse...

Bom Dia Maria!
Escrever poesia é um dom conseguir fazê-la compreensível a público diversos tanto cultos e incultos é realmente ampliar a cultura. Que a poesia se expanda cada vez mais, a arte poética que transmite tanta beleza e conhecimento. Feliz de você que possui este talento.
Na poesia anterior fiquei sabendo também um pouco mais sobre a “Revolução dos Cravos” em Portugal, sei que nascer na Europa é bastante diferente do que nascer no Brasil mas a arte e a cultura une a todos.
Abraços :)

Maria Letra disse...

Muito obrigada, Bia e Ives, pelos comentários.
No meu estilo ou noutros, o que importa é que a poesia seja mais lida, o que não é o caso neste momento.
Um grande abraço.