De velhas raizes minhas,

umas vivas, outras mortas,

retirei ervas daninhas

p’ra poder abrir mais portas.

Outros blogues:
http://www.worldartfriends.com/pt/users/maria-letra
http://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

PORQUÊ?


Queria ter força, fugir,
Mesmo sem saber de quê.
Deixar o mundo, partir
Em busca dum tal “porquê”
Que nunca me dá descanso
E não deixa de seguir-me.
Quando me enervo, me amanso.
Já não quero mais trair-me.
Enroscada no meu “EU”,
Continuo a procurar-me,
Mas não me encontro Deus meu!

Maria Letra
Maio de 2006


Enviar um comentário