De velhas raizes minhas,

umas vivas, outras mortas,

retirei ervas daninhas

p’ra poder abrir mais portas.


quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

UM POEMA À MINHA 6.ª NETA

SOU ASSIM:

Me desperto.
Reclamo.
Ora grito,
Ora amo.
Me levanto,
Me arranjo,
Sou diabinho,
Sou anjo.
Ora brinco,
Ora abraço.
Ora deixo,
Ora maço.
Quando como,
Me engasgo,
Mas não morro
De pasmo.
Sei amar
Quem me ama
E me deita
Na cama.

Tudo isto
É a Bea,
Para quem
Não sabia.
Um amor
De menina,
Uma boneca,
Um ió-ió,
A loucura
Da Avó.


Maria Letra
V.N.G., 30-06-2004

8 comentários:

chica disse...

Coisa linda e ela ficará toda feliz de ver! beijinhos às duas,chica

By Me disse...

GOSTEI DA RIMA...PARECE CANÇÃO ...VOCÊ É UM ENCANTO DE AVÓ

Maria Letra disse...

Obrigada, Chica. O poema foi feito em 2004, tinha ela 3 anos e ainda não percebia nada de poesia.
Beijinho.

Maria Letra disse...

Obrigada pela visita, Pedras.
Estive agora no seu blog, a admirar Sus Dibujos. Parabéns, mais uma vez. Creio tratar-se de trabalhos feitos a Tinta Nankim, que sempre apreciei muito.
Bom fds.

By Me disse...

MUITO OBRIGADA PELA SUA PRESENÇA. APRECIO MUITO A SINCERIDADE. ADOREI O SEU COMENTÁRIO. VOLTAREI PARA LÊ-LA COM MAIS CALMA.

OS MEUS DESENHOS SÃO TODOS A CARVÃO SOBRE PAPEL.

UM DOMINGO MUITO ESPECIAL

Maria Letra disse...

Obrigada, Pedrasnuas.
Pareceu-me tinta nankim.
Eu sou uma amadora de desenho a carvão, do corpo humano, sobretudo de rostos. Iniciarei conhecimentos técnicos, mais completos, em Janeiro, sem vergonha da minha idade. É uma das boas formas, que encontro, de - por momentos - não pensar na realidade que me (nos) cerca.
Tenha um bom domingo.

Paulo disse...

Obrigado pelo "douto" comentário.

Boa semana

Beijo

Paulo

PORTUGAL

Maria Letra disse...

Se o meu comentário foi "douto" o seu texto foi "doutíssimo", Paulo. Espero continuar a ler bons trabalhos como este. Se houvesse muita gente a denunciar coisas vergonhosas como a que deu origem ao seu texto, talvez acabássemos por colher um fruto são. Estamos muito carentes deles ...