De velhas raizes minhas,

umas vivas, outras mortas,

retirei ervas daninhas

p’ra poder abrir mais portas.

Outros blogues:
http://www.worldartfriends.com/pt/users/maria-letra
http://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/

quarta-feira, 15 de maio de 2013

PARABÉNS QUERIDO NETO


2 comentários:

Ives disse...

Uma poesia que vai além dos meus limites, mas sinto a leveza de uma pena nas sábias palavras de amor!abraços

BIA disse...

Parabéns ao seu neto Maria que certamente deve estar muito feliz com tão bela poesia. Desejo também muita saúde e felicidade para sua mãe. De todas as datas especiais considero a das mães a mais sublime e especial das comemorações.
Um grande abraço :)