De velhas raizes minhas,

umas vivas, outras mortas,

retirei ervas daninhas

p’ra poder abrir mais portas.

Outros blogues:
http://www.worldartfriends.com/pt/users/maria-letra
http://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/

segunda-feira, 16 de setembro de 2019

E ASSIM VAI CONTINUANDO O MUNDO...

Ainda a propósito de um artigo que li aqui, há bastante tempo, e sobre cujo tema gostaria de fazer este comentário:

A ser verdade esta notícia, eu pergunto-me o que espero ler mais que me deixe na dúvida? É que o problema não estará apenas na vacina da gripe, estará, também, em tantos tratamentos, tantos exames que fazemos e tantos medicamentos que tomamos sem a certeza de podermos confiar em quem os recomenda. Depois, há toda uma série de alimentos que ingerimos confiando - ou não... - em quem os produz. E tudo para quê e por que razão? Responder... eis a questão!
Os responsáveis irão continuar a dar uma no cravo e outra na ferradura! Para isso... também não se encontra cura.

PELO SIM... PELO NÃO...

De bocas abertas
a anunciar descobertas
sensacionais...
está o mundo farto,
por isso... me reparto
- por razões especiais -
entre acreditar
e não me entusiasmar.
Seja o que Deus quiser!
Enquanto eu puder...
recorro à Mãe Natureza
- por uma questão natural -
e estarei mais bem, do que mal!
E podem ter a certeza
que faço, realmente, isto:
quando da cura receio,
não arrisco...
ziguezagueio!
E nunca me arrependi
dos ziguezagues que fiz...
Depois.. eu nunca entendi
tudo aquilo que se diz
ser o mais aconselhável,
mas... quando estiver mesmo mal...
duma forma inquestionável
em que perca a paciência...
viro brava e radical:
entrego o corpo à ciência,
decidida e resoluta,
e aceito o que vier!!!
De certeza absoluta!!!

Maria Letr@

Sem comentários: