De velhas raizes minhas,

umas vivas, outras mortas,

retirei ervas daninhas

p’ra poder abrir mais portas.

Outros blogues:
http://www.worldartfriends.com/pt/users/maria-letra
http://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

CARTA ABERTA AOS JOVENS DO MEU PAÍS

Dormir oito horas por dia faz muito bem ao espírito e ao corpo, mas dormir muito mais do que isso pode provocar-Vos estados letárgicos de semi-“consciência” ou mesmo de “inconsciência” absoluta..., estados estes cada vez mais frequentes. Depois, o que é que acontece? Vocês passam à categoria de seres que caminham neste mundo como se buscassem um outro que, provavelmente, idealizam, mas que não existe, por muito esforço que façam, obviamente, para encontrá-lo. Trata-se de um "adormecimento" mórbido, com consequências nefastas. Caminham como quem não sabe onde está, para onde vai, o que é que está a acontecer à sua volta e, muito menos, o que poderão fazer para mudar o que está mal. Às vítimas destes “adormecimentos”, eu chamo-lhes "presenças ausentes".

Esta situação torna-se muito mais grave quando Vocês recorrem a “certas substâncias" que dar-Vos-ão, eventualmente, uma grande coragem momentânea, com “flashes” de uma alegria aberrante e nada contagiante, transportando-vos, facil e provavelmente, à categoria de delinquentes. Tais "substâncias"
abafam as vontades sãs e Vocês deixam de ser jovens impulsionadores de um futuro que se deseja melhor, para passarem a seres infelizes e indesejáveis. Lamento e sofro quando presencio certos cenários e vejo alguns de Vocês a deambular por aí, ora eufóricos e com vontade de “virar o mundo” - estados que acabam por abortar após o efeito dessas "substâncias" - deixando-Vos piores do que estavam anteriormente ao seu uso – ora transformados em farrapos humanos, sem objectivos, sem força e sem iniciativas saudáveis. Tornam-se quezilentos, ciumentos e agressivos..., alternados com estados de perseguição aos fracos.

Não acreditem na "teoria" que Vos impingem certos adultos inconscientes, que afirmam que as chamadas “drogas leves” - cannabis, haxixe, marijuana - não prejudicam e podem mesmo ser benéficas, NÃO CRIANDO HABITUAÇÃO... ISTO NÃO É VERDADE!!!

Maria Letra
2015-09-25
Enviar um comentário