De velhas raizes minhas,

umas vivas, outras mortas,

retirei ervas daninhas

p’ra poder abrir mais portas.

Outros blogues:
http://www.worldartfriends.com/pt/users/maria-letra
http://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/

quinta-feira, 30 de janeiro de 2014

TEUS CASTELOS



TEUS CASTELOS

Esculpi imagens sonhando
sentir amor, ser paixão.
Contudo, o tempo passando,
deixou rastos de traição.

Saturei-me de esperar-me.
Não consegui dar-me a ti.
Sabia que um dia, ao dar-me,
não me daria… e parti.

Rasguei laços, cortei elos.
Queria um futuro sozinha,
sem sonhos, nem ilusões.

Deixei ruir mil castelos
onde me querias rainha.
Matei tuas ambições.

Maria Letra
Enviar um comentário