De velhas raizes minhas,

umas vivas, outras mortas,

retirei ervas daninhas

p’ra poder abrir mais portas.

Outros blogues:
http://www.worldartfriends.com/pt/users/maria-letra
http://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/

quinta-feira, 27 de março de 2014

ENCONTRO COMIGO

ENCONTRO COMIGO

Marco um encontro comigo.
Ora me atraso…, ou nem vou.
Tenho sempre uma razão.
É que ouvir-me, se consigo,
explicar-me o que sou,
arma grande confusão.   

Se pretendo analisar-me
neste quadro social
em que, confusa, estagnei…,
acabo por magoar-me.
Encontro-me nele tão mal
que já nem sei quem serei.

Pergunto-me, revoltada,
como posso suportar-me,
vivendo neste cenário…
Mas a resposta, aldrabada,
com que tento desculpar-me…,
nem merece comentário.

Resignada, não estou.
Conivente…, também não.
Gravito em torno de mim.
Já que não sei bem quem sou,
prefiro dar-me à paixão,
de viver-me, até ao fim.

Mas é aqui que um encontro
entre mim e eu…, se afunda…
Complica-me o sistema…
Receio que um desencontro
muito entre nós, nos confunda,
por ser complicado o tema.

Maria Letra

2014-03-27
Imagem da net
Enviar um comentário