De velhas raizes minhas,

umas vivas, outras mortas,

retirei ervas daninhas

p’ra poder abrir mais portas.

Outros blogues:
http://www.worldartfriends.com/pt/users/maria-letra
http://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/

segunda-feira, 15 de julho de 2013

MINHA OPÇÃO: SER FELIZ!

Esqueceste que, nesta Vida,
nem toda a gente é “esquecida”.

Bateste na porta errada.
Meu Amor não está à venda,
nem em saldo. Podes crer.

Minhas mãos, cheias de nada,
não esperam que me arrependa.
Têm força de Mulher.

Mesmo que pobre, sei bem
que ter-te não me convém.
Nem a mim, nem a ninguém.

Prefiro viver sem ti
a vender-me, por seres rico.
Minha opção: SER  FELIZ!

No teu olhar, eu já li,
coisas das quais abdico.
Me fariam infeliz.

Vai bater a outra porta
que a chave desta…, está morta!

Maria Letra
2013-07-15
Enviar um comentário