De velhas raizes minhas,

umas vivas, outras mortas,

retirei ervas daninhas

p’ra poder abrir mais portas.

Outros blogues:
http://www.worldartfriends.com/pt/users/maria-letra
http://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/

terça-feira, 23 de julho de 2013

MEUS MININO D'OIRO

Amo meus minino d’oiro
como a Noite ama o Luar,
o Dia ama a luz do Sol
e a Natureza o Respeito.
São partes do meu Tesoiro,
pedaços do meu Amar
que guardo dentro do peito.
É um trio que não se perde,
em Terras de Cabo  Verde.
Têm um pé na escolinha
enquanto  o outro…, caminha!
Pé-coxinho também anda.
É a vontade que o manda! 
 
Maria Letra
2013-07-23
Nota: Os minino de Manuela Sá Carneiro
Blog: viajantes solidários
 
Enviar um comentário