De velhas raizes minhas,

umas vivas, outras mortas,

retirei ervas daninhas

p’ra poder abrir mais portas.

Outros blogues:
http://www.worldartfriends.com/pt/users/maria-letra
http://www.recantodasletras.com.br/escrivaninha/

terça-feira, 9 de novembro de 2010

CONTRATO DE AMOR


 CONTRATO DE AMOR
  
No teu sorriso bonito,
duma calma contagiante,
vejo um amor infinito
e uma gratidão constante
por tudo aquilo que fiz
p'ra transformar minha vida
num Presente mais feliz,
e numa paz mais sentida.

Dum modo bem diferente
de como foi, no Passado,
meu coração, docemente,
vai aceitando, moldado,
a tua dedicação
em dares uma nova forma
à minha contradição
de rejeitar toda a norma.

Duas regras principais
que tu me fazes seguir:
- Não dever pensar demais,
- Nem deixar de te sorrir.
Propuseste e aceitei
- p'ra aliviar minha dor -
olhares por mim. Eu gostei.
Em troca, deste-me amor.

Maria Letra
Londres
2008-10-05

8 comentários:

Chica disse...

Se ganhaste amor, estás bem feliz!LINDO! beijos,chica

Maria Letra disse...

Obrigada Chica. LOL! Este poema publiquei-o esta madrugada aqui, mas já foi feito há muuuuiiito tempo! Mas tenho amor no meu coração. Claro que sim! Sem amor, seria mais uma tristeza a acrescentar às muitas que os que não têm amor por ninguém, nos dão.
Beijos.

Vanuza Pantaleão disse...

Maria, bom dia!

Pensamento profundo e válido nos deixaste para uma pausa reflexiva lá no nosso cantinho. Concordo contigo, amiga.

Quanto ao teu Poema, eu ainda estou em estado de êxtase...
"Duas regras principais
Que tu me fazes seguir:
Não dever pensar demais
Nem deixar de te sorrir"

Esse é o verdadeiro aprendizado do amor!
Vou voltar mais à tardinha para dar um passeio nos seus demais espaços, sei que são ótimos e não quero perder nada daqui.

Beijos e um grande afeto!!!

Pelos caminhos da vida. disse...

Lindo poema Maria Letra.

Gostei daqui...

beijooo.

Maria Letra disse...

Vanuza, este poema é verdadeiro, embora tenha já uma certa idade ... (o poema, porque eu não sei como se conta a idade das pessoas).
Beijinhos, amiga e obrigada pela visita, que muito aprecio, porque és uma pessoa muito especial.

Maria Letra disse...

Obrigada, Ana. É sempre um prazer, para mim, ir ler os seus poemas/prosas/pensamentos, expressões duma grande sensibilidade da parte de quem os escreve.
Bjs.

Ana Martins disse...

Boa noite Maria Letra,
antes de me alongar, quero felicita-la por tão lindo e profundo poema.

Agora, quero agradecer o interesse em adquirir o meu livro, contudo para tal peço-lhe que me envie o seu endereço para o e-mail que lhe deixo aqui.

apvsmartins@hotmail.com

Beijinhos,
Ana Martins
Ave Sem Asas

Maria Letra disse...

Que bom, Ana, ter-me contactado, porque eu adoraria receber o seu livro. Enviar-lhe-ei o meu endereço, com muito prazer.
Obrigada pelo comentário.
Beijinhos.